Eu tenho preferência pelo Minha Casa Minha Vida, diz Dilma

Presidente comemorou números do programa, como a contratação, em seu governo, de 2 milhões de unidades habitacionais

Brasília – A presidente Dilma Rousseff afirmou há pouco que tem uma “preferência muito forte” pelo programa habitacional Minha Casa Minha Vida. “Quem exerce cargo público também tem as suas preferências”, brincou a presidente.

Ela comemorou números do programa, como a contratação, em seu governo, de 2 milhões de unidades habitacionais. Dilma também afirmou que o Minha Casa Minha Vida é o programa em que o governo federal mais gasta com subsídio. “Subsidiamos a casa própria para a população mais pobre”, disse, para emendar que isso “não é uma questão de esmola”.

Ainda de acordo com a presidente, o programa Minha Casa Minha proporciona o aumento da autoestima da população. “(Isso) Melhora fundamentalmente a vida dela e das famílias”, pontuou. “Nós estamos avaliando agora a continuidade do programa e estamos avaliando o tamanho do desafio que vamos colocar a nós mesmo”, disse a presidente. “Independentemente do que ocorra em 2014. É uma proposta que todos vocês saberão”, concluiu, para emendar que o governo quer colocar “um outro padrão” para o programa. “O déficit habitacional no Brasil ainda não foi superado”, justificou.

Conflitos fundiários

Ainda sobre habitação, Dilma Rousseff disse também que não se pode mais admitir eventos como o Pinheirinho, em São José dos Campos, quando famílias foram desalojadas com o uso de força pela Polícia Militar do Estado de São Paulo. “Quero garantir o compromisso do meu governo também com o fato e que nós não podemos admitir outros eventos como o Pinheirinho”, disse, para emendar que é preciso fazer uso do diálogo e de soluções pacíficas. “Este é o compromisso de forma pacífica e dialogada, de propor e participar da resolução de conflitos”, ponderou.

Conflitos fundiários urbanos existem neste País e o processo de resolução de conflitos com diálogo é característica intrínseca da democracia”, continuou.

A presidente Dilma Rousseff participou nesta noite da cerimônia de abertura da 5ª Conferência Nacional das Cidades, em Brasília. Antes de discursar, a presidente assinou decreto que dispõe sobre o Plano Nacional do Saneamento Básico.