Dilma desbancaria Campos em Pernambuco, diz pesquisa

Segundo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau, a presidente leva vantagem de dez pontos percentuais no reduto eleitoral do rival

São Paulo – Ainda pouco conhecido fora do Nordeste, o candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB) também não venceria Dilma Rousseff (PT) em Pernambuco – estado que governou – caso as eleições fossem hoje.

Segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), Dilma tem 40% das intenções de voto no estado, contra 30% de Campos.

No entanto, o ex-governador leva grande vantagem contra Aécio Neves (PSDB), que, embora esteja em segundo nas pesquisas nacionais, aparece em terceiro no levantamento realizado em Pernambuco, com apenas 4%.

Entre os três primeiros colocados, o tucano também é o candidato menos conhecido: 39% dos eleitores nunca ouviram falar em Aécio, 43% declararam conhecê-lo pouco e 16% afirmaram que o conhecem muito bem.

O representante do PSC, Pastor Everaldo, conta com 1% do eleitorado. Os outros candidatos não chegaram a pontuar. A quantidade de indecisos e de pessoas que declararam votar branco ou nulo é de 26%.

Governo Dilma

A pesquisa, que foi realizada nos dias 28 e 29 de julho, também aponta que a maioria dos entrevistados aprova o governo atual da presidente Dilma Rousseff, com 51% contra os 40% que desaprovam.

Aproximadamente 36% dos eleitores consideram a gestão como ótima ou boa, 35% como regular e 27% como ruim ou péssima. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.