Dilma deixa Planalto e segue para jantar com Lula

Os ministros Jaques Wagner e Ricardo Berzoini, a exemplo dos últimos encontros entre Dilma e Lula, também participarão do encontro

Brasília – A presidente Dilma Rousseff deixou na noite desta segunda-feira, 21, o Palácio do Planalto e seguiu rumo ao Alvorada, residência oficial, onde vai jantar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os ministros Jaques Wagner (gabinete pessoal da Presidência) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), a exemplo dos últimos encontros entre Dilma e Lula, também participarão do encontro.

O acesso ao Palácio da Alvorada está bloqueado desde a semana passada, quando começaram as manifestações contrárias ao governo. Neste momento, em frente ao Planalto um grupo de ativistas pró-impeachment fecha a avenida.

Dilma passou o dia em uma série de reuniões no Planalto com ministros e líderes do governo e fez um apelo para que aliados reforcem sua atuação para tentar unir a base aliada, em um momento de agravamento da crise política.

O foco inicialmente será tentar reforçar a aliança com o PMDB e minar a força da ala oposicionista do partido.

Lula chegou no fim da tarde e conversou com alguns parlamentares, mesmo com a restrição para assumir o cargo na Casa Civil. O ex-presidente, segundo fontes do governo, será um articulador informal até que o imbróglio jurídico em torno de sua nomeação seja resolvido.

Amanhã, Lula tentará um encontro com o vice-presidente Michel Temer para selar uma maior aproximação e evitar o avanço nas relações do PMDB com a oposição.

O vice, entretanto, segue em São Paulo e, segundo sua assessoria, ainda não está definido se ele virá amanhã a Brasília.