“Difícil de engolir essa”, diz Janot sobre Alckmin fora da Lava Jato

STJ decidiu encaminhar à Justiça Eleitoral o inquérito que investiga o ex-governador, deixando o tucano, por ora, fora da rota da Lava Jato

São Paulo – O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot usou as redes sociais para reagir à decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de encaminhar à Justiça Eleitoral de São Paulo o inquérito que investiga o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), deixando o tucano, por ora, fora da rota da Lava Jato.

“Tecnicamente difícil de engolir essa”, escreveu Janot, em sua conta no Twitter.

A força-tarefa da Lava Jato em São Paulo havia pedido ao vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, que remetesse “o mais rápido possível” o inquérito sobre Alckmin. O argumento dos procuradores era que o investigação envolvendo o ex-governador tucano auxiliaria no “andamento avançado de outras apurações correlatas”.

Desde que deixou o cargo, o ex-procurador-geral tem usado constantemente a rede social para repercutir decisões que atingem o mundo político.