Os estados onde há mais acesso à justiça – DF em 1º

Segundo índice do Ministério da Justiça, é no Distrito Federal que a população têm mais acesso às instituições judicias, seguido por Rio e SP. Maranhão ficou em último

São Paulo – Quem mora no Distrito Federal tem quase 7 vezes mais acesso à justiça do que um maranhense. A grande diferença entre os estados é apontada pelo Índice Nacional de Acesso à Justiça (Inaj), lançado nesta segunda-feira, pelo Ministério da Justiça em parceria com a Universidade de Brasília (UnB). 

De forma geral, os estados das regiões Sul e Sudeste têm mais acesso às instituições ligadas à justiça que os estados do Norte e Nordeste, que dominam os últimos lugares do ranking. 

O indicador foi elaborado a partir das informações públicas sobre o número de unidades e operadores do Direito que cada instituição ligada à Justiça possui.

Isto é, o número de defensores públicos, magistrados, promotores, procuradores e advogados que há em cada estado do país.

Foram considerados ainda os dados relativos à população brasileira e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) distribuído por estado. 

O Inaj faz parte do portal do Atlas do Acesso à Justiça no Brasil, que mapeará todo o sistema de acesso à justiça no Brasil, com o objetivo de fazer com que a população conheça seus direitos fundamentais e as vias de acesso à justiça no País.

Veja a seguir a posição de cada estado no ranking de acesso à justiça:

Ranking Estados IAJ
1 Distrito Federal 0,41
2 Rio de Janeiro 0,31
3 São Paulo 0,25
4 Rio Grande do Sul 0,24
5 Santa Catarina 0,20
6 Minas Gerais 0,19
7 Paraná 0,19
8 Mato Grosso do Sul 0,19
9 Tocantins 0,18
10 Espírito Santo 0,17
11 Mato Grosso 0,17
12 Goiás 0,17
13 Amapá 0,15
14 Acre 0,15
15 Rondônia 0,13
16 Rio Grande do Norte 0,12
17 Roraima 0,12
18 Paraíba 0,12
19 Sergipe 0,11
20 Piauí 0,11
21 Pernambuco 0,1
22 Ceará 0,09
23 Alagoas 0,09
24 Bahia 0,09
25 Amazonas 0,08
26 Pará 0,07
27 Maranhão 0,06
  Brasil 0,16