Desocupados somaram 1,3 milhão em setembro, segundo IBGE

Brasil apresentou ligeiro aumento da taxa de desemprego na passagem de agosto para setembro, de 5,3% para 5,4%

Rio de Janeiro – O aumento da população ocupada no mês de setembro não foi suficiente para absorver o crescimento do número de pessoas à procura de trabalho em setembro, o que resultou no ligeiro aumento da taxa de desemprego na passagem de agosto para setembro, de 5,3% para 5,4%.

A população desocupada somou 1,3 milhão de pessoas em setembro, um aumento de 3,0% em relação ao mês anterior, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, houve queda de 8,6% na comparação com setembro de 2011, o equivalente a menos 125 mil pessoas procurando emprego.

Já a população ocupada somou 23,2 milhões, um aumento de 0,9% em setembro ante agosto, o mesmo que 212 mil ocupados a mais. Em relação a setembro do ano passado, o aumento foi de 2,3%, um adicional de 512 mil trabalhadores.

O número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado ficou em 11,4 milhões, número considerável estável na comparação com agosto. Em relação a setembro de 2011, houve aumento de 3,6%, o mesmo que 393 mil postos de trabalho formais a mais.