Desmatamento no Brasil cresce 13,72% entre agosto de 2017 e julho de 2018

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a área total desmatada é de 7.900 km², equivalente a 5,2 vezes a cidade de São Paulo

O desmatamento no Brasil cresceu 13,72% entre agosto de 2017 e julho de 2018, uma área equivalente a um milhão de campos de futebol, segundo dados oficiais citados pelo Greenpeace.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a área total desmatada é de 7.900 km2, equivalente a 5,2 vezes a cidade de São Paulo.

“É mais ou menos 1 milhão de campos de futebol desmatado em apenas uma ano. Todo ano a gente tem esse notícia, uma notícia negativa de que a floresta esta sendo desmatada, desmatada pelo crime”, disse à AFP o coordenador de políticas públicas do Greenpeace Brasil, Marcio Astrini.

Astrini acredita que a situação pode piorar se o presidente eleito, Jair Bolsonaro, concretizar suas promessas de modificar algumas das leis ambientais.

“Essa situação esta ruim, ela pode ainda piorar, porque o próximo presidente do Brasil, o Bolsonaro, ele fez uma serie de ameaças à floresta durante a campanha eleitoral, acabar com áreas protegidas, unidades de conservação, terras indígenas, diminuir os poderes de fiscalização e de punir o crime ambiental”.

“Tudo isso foi o que lá atrás fez o desmatamento diminuir. Se ele acabar com tudo isso, se ele diminuir a capacidade de punir o crime, o desmatamento na Amazônia pode explodir numa situação inimaginável, e está todo mundo muito preocupado com o que pode acontecer”, advertiu Astrini.