Desembarque do PMDB não foi precipitado, diz Jucá

O senador, presidente em exercício do PMDB, disse que a decisão do partido de deixar o governo da presidente Dilma Rouseff não foi precipitada

Brasília – O senador Romero Jucá (PMDB-RR), presidente em exercício do PMDB, disse nesta terça-feira que a decisão do partido de deixar o governo da presidente Dilma Rousseff não foi precipitada e prometeu buscar a unidade da legenda.

Em discurso no Senado após assumir o comando do partido depois de o vice-presidente Michel Temer se licenciar da presidência do PMDB, Jucá disse que assume o posto pois Temer vinha sendo alvo de ataques e “armações” e não poderia “descer à planície” para expor posições e fazer o enfrentamento em nome da sigla.

Mais informações em instantes