Sem provas, desembargadora diz que Marielle foi eleita pelo CV

Não há indício de que Marielle Franco tivesse alguma ligação com o crime, como afirmou a desembargadora Marilia Castro Neves, do TJ-RJ

São Paulo – A desembargadora Marilia Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), disse que a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada nesta semana junto com o motorista Anderson Gomes, foi eleita pelo Comando Vermelho – afirmação que vem sendo desmentida por organizações que fazem verificação de fatos.

A declaração foi feita em um comentário a um post publicado pelo advogado Paulo Nader no Facebook.

“A questão é que a tal Marielle não era apenas uma ‘lutadora’; ela estava engajada com bandidos! Foi eleita pelo Comando Vermelho e descumpriu ‘compromissos’ assumidos com seus apoiadores”, diz a desembargadora, sem apresentar qualquer prova que corrobore com a afirmação.

“Ela, mais do que qualquer outra pessoa ‘longe da favela’ (sic) sabe como são cobradas as dívidas pelos grupos entre os quais ela transacionava. Até nós sabemos disso”, acrescenta Marilia Castro Neves. “A verdade é que jamais saberemos ao certo o que determinou a morte da vereadora mas temos certeza de que seu comportamento, ditado por seu engajamento político, foi determinante para seu trágico fim”.

A magistrada conclui seu pensamento, afirmando que “qualquer outra coisa diversa é mimimi da esquerda tentando agregar valor a um cadáver tão comum quanto qualquer outro”.

Repercussão

A notícia da declaração da desembargadora, feita na última sexta-feira, repercutiu nas redes sociais, porque vai de encontro ao perfil conhecido da vereadora.

Nascida na favela da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, Marielle Franco se formou socióloga, militou pelos direitos humanos e se elegeu para o legislativo dois anos atrás.

EXAME entrou em contato com a assessoria de imprensa do TJ-RJ para ouvir a desembargadora. Assim que obtivermos resposta, este texto será atualizado.

À coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, a desembargadora Marilia Castro Neves explicou-se dizendo que deu sua opinião “como cidadã” na página de um colega, já que não atua na área criminal, e que postou as informações retiradas do texto de uma amiga.

“A minha questão não é pessoal. Eu só estava me opondo à politização da morte dela. Outro dia uma médica morreu na Linha Amarela e  não houve essa comoção. E ela também trabalhava, lutava, salvava vidas”, afirma a desembargadora, em entrevista ao jornal.

Marília também disse à coluna de Mônica Bergamo que não conhecia Marielle até saber de sua morte e que postou informações “que leu no texto de uma amiga”. Essas informações, ao que tudo indica, são falsas. Até agora não surgiu nenhum indício de que Marielle tivesse alguma ligação com o crime.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Essa vereadora foi vitima de quem ela tanto defendia, traficantes e bandidos

  2. joudemarcis odorio machado

    se a desembargadora ter que provar o que afirmou,quem acusar a policia tambem deve apreentar provas igualmente.

  3. Lucas Cantino

    Ela defendia o Zezé Perrela ?

  4. Cristiano França

    Que tal informar que ela não é uma qualquer, ela é ex esposa do Marcinho VP, não sabe quem é? Que tal se informar? Sou filho de negro, pais praticamente analfabetos, pobre … Nunca fui oprimido…ao contrário, fui educado pelos meus pais..essa mulher só representava os interesses das facções, fechava os olhos para o tráfico de drogas que acontece na favela por que? Porque foi financiada realmente por eles … Que tal os jornais mostraem o vídeo das crianças que ela tanto defendia saindo dos dois carros e a executando, de bermuda , chinelo e bonezinho? Estragaria a militância certo?

  5. Lucas Cantino

    Não é ,não Cristiano , isso ai é boato de grupo de what, ela teve votos pifios na rocinha , sua maior votação foi na zona sul…

  6. Lucas Cantino

    Dê uma lida , faça as contas e tire suas conclusões

    http://www.boatos.org/politica/marielle-franco-ex-marcinho-vp.html

  7. ViP Berbigao

    Sei não… mas na briga dessas duas não tem ‘mocinho’ não… Se sabia pq não cumpriu com sua obrigação? Foi se manifestar só agora? Quantos mais casos a justiça sabe e não cumpre com o que determina a lei? É fácil pedir aumento de salário e repassar a conta pra sociedade é bom mas trabalhar q é já é outra estória…. férias dobradas… recessos idem… feriadores emendados…. resultado que é bom nada.

  8. Thiago Massa

    Meu protesto é #somostodosmariliacastroneves. Força desembargadora , contra essa mídia parcial.

  9. ViP Berbigao

    Essa # é pra pedir mais um auxilio? O puxa-saco?

  10. Lucas Cantino

    Po Thiago que coisa nonsense que tu escreveu rss , ficou até gozado , a desembargadora ricassa soltou o chefão da “máfia dos ingressos” da Copa …. é isso aí , força desembargadora ,continue soltando bandidos ricos e de colarinho branco

  11. Lucas Cantino

    Ah , e agora ,ela andou “zuando” gente con sindrome de down…

    já dizia o chavinho ,isso sim que é sustentar burro a pão de ló

    A pessoa tem a oportunidade de estudar nos melhores colégios ,ganha salário altissimo pra escrever essas coisas lindas