Desabamento em Curicica, no Rio, deixa mãe e filho soterrados

Mensagem de áudio, que seria da mulher pedindo socorro, está sendo divulgada nas redes sociais, mas os bombeiros não confirmam a informação

Uma mulher e uma criança, que seriam mãe e filho estão presas nos escombros do desabamento de parte de uma casa de quatro andares, sendo o último um terraço, na Rua Cordeiro do Rio, em Curicica, Jacarepaguá, zona oeste do Rio. Desde as 7h bombeiros do quartel de Jacarepaguá, com apoio de militares do Grupamento de Busca e Salvamento, trabalham no local.

De acordo com informações dos bombeiros as duas pessoas estão no primeiro piso do imóvel. Eles fazem as escavações com as mãos. Segundo o major Torres, nesses casos de colapso de construções é recomendável começar o trabalho dessa forma para evitar maiores abalos antes do resgate de sobreviventes e vítimas. O resgate também é feito sem maquinário pesado e apenas há utilização de alicates hidráulicos se houver necessidade de corte de ferragens.

Uma mensagem de áudio, que seria da mulher pedindo socorro, está sendo divulgada nas redes sociais, mas os bombeiros não confirmam ser da pessoa que está nos escombros. Ao todo 40 militares trabalham na área que foi cercada. Imóveis próximos também foram atingidos pelo desabamento, mas não há informação de vítimas.

Atualização

O Corpo de Bombeiro finalizou há pouco as buscas das duas vítimas. Raiane Silva Martins, de 21 anos, e Nicolas Domingos Martins, de 3 anos, ficaram sob escrombros depois que a casa onde eles estavam desabou no início da manhã de hoje (12). Os dois foram levados para atendimento médico. Não há informação ainda para qual unidade de saúde.

Além do trabalho de resgate, os bombeiros fizeram o escoramento da casa de quatro andares e das residências vizinhas que foram atingidas pelo desabamento. Moradores relataram que no momento do desabamento ouviram um forte estrondo e tremor nas instalações. Toda a área está isolada para o trabalho das equipes.