Desaba obra no terminal de cargas de Cumbica

Dois operários ficaram feridos após a queda; acidente pode atrasar inauguração de terminal

São Paulo – A queda de parte da estrutura metálica do futuro terminal remoto de passageiros do Aeroporto Internacional de Guarulhos deixou dois operários feridos, que foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para um hospital próximo. A Construtora Delta, responsável pela obra, não sabe o que provocou o acidente, mas adiantou que a inauguração do terminal, prevista para o dia 20 de dezembro, poderá ser adiada.

O acidente aconteceu por volta das 13h. A obra do terminal remoto está orçada em R$ 85,7 milhões e a empresa Delta foi contratada sem licitação. Por isso, a obra chegou a ser suspensa pela Justiça Federal em setembro. A construção do terminal está incluída na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal, que prevê a ampliação dos aeroportos brasileiros para os grandes eventos esportivos dos próximos anos, principalmente a Copa do Mundo de 2014.

Quando pronto, o terminal remoto permitirá a ampliação da capacidade de atendimento do Aeroporto Internacional de Guarulhos, o maior e mais movimentado do país, dos atuais 20,5 milhões de passageiros por ano para 26 milhões. O terminal está sendo construído na área de um hangar de cargas desativado da falida Vasp, com 12,2 mil metros quadrados.