Deputados petistas entram na Câmara com cartazes de “Lula Livre”

O líder da bancada do PT, Paulo Pimenta (RS), fez um discurso na tribuna pregando a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Brasília – Deputados do bloco de oposição paralisaram os trabalhos no plenário da Câmara na noite desta terça-feira, 10. Carregando cartazes com os dizeres “Lula Livre”, os deputados entraram em conjunto no plenário gritando “Lula, guerreiro do povo brasileiro”.

O líder da bancada do PT, Paulo Pimenta (RS), fez um discurso na tribuna pregando a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e chamando de “agressão” a forma como o petista foi encarcerado e que ele é hoje “um preso político”.

Além dos petistas, parlamentares do PCdoB e de outros partidos aderiram ao protesto. “Lula não está acima da lei, mas não está abaixo da lei”, discursou Pimenta. Neste momento, deputados se revezam na tribuna em discursos de defesa do ex-presidente.

Enquanto os deputados adentravam o plenário, parlamentares de oposição ao PT gritavam “cadeia”. Um governista chegou a perguntar a uma assessora onde estava o “Pixuleco”, boneco criado durante as manifestações que culminaram com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Nesta tarde, os partidos de oposição anunciaram que farão obstrução total aos trabalhos na Câmara durante a semana. O movimento é liderado pelo PT, mas conta com o apoio do PSOL, PCdoB, PDT e PSB. Juntos, os partidos somam mais de 100 deputados.