Delúbio Soares é condenado a 5 anos de prisão na Lava Jato

Sérgio Moro também condenou o empresário Ronan Maria Pinto e Enivaldo Quadrado à mesma pena

São Paulo – O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, o empresário Ronan Maria Pinto, de Santo André (SP), e o empresário Enivaldo Quadrado a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro.

Os três são acusados de lavagem de R$ 6 milhões de um empréstimo fraudulento feito junto ao Banco Schahin em favor do PT.

Foram absolvidos Oswaldo Rodrigues Vieira Filho, Marcos Valério Fernandes de Souza, Sandro Tordin e Breno Altman “da imputação de crime de lavagem de dinheiro por falta de prova suficiente para a condenação”.

Ronan é dono do jornal Diário do Grande ABC. A Lava Jato suspeita que ele comprou a empresa com R$ 6 milhões que teria recebido via José Carlos Bumlai, pecuarista amigo do ex-presidente Lula que foi preso na Lava Jato, em 24 de novembro de 2015.

Bumlai tomou empréstimo supostamente fraudulento de R$ 12 milhões, do Banco Schahin, em outubro de 2004. Ele afirmou ao juiz Moro que o dinheiro foi destinado ao PT.

Ronan foi preso na Operação Carbono 14, desdobramento de número 27 da Lava Jato, em 1.º de abril do ano passado. Em setembro, o empresário deixou a prisão – foi solto com tornozeleira eletrônica por determinação do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), que reformou ordem de prisão preventiva do juiz Sérgio Moro. Além da tornozeleira, o Tribunal impôs a Ronan o pagamento de fiança de R$ 1 milhão.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Euclides Caires Decarvalho Carvalho

    Este cidadão DELUBIO tem ficar preso por pelo menos 15 anos pois ELE PODE CORROMPER VARIOS PREFEITOS AQUI DO ESTADO DE GOIAS

  2. Só condenou por que Delubio é do PT. Fosse do PSDB ele nem teria intimado.Este Moro aí é um vagabundo golpista.Só vai ter o respeito de todos os brasileiros quando alguém do psdb for preso.