Delegacia de Homicídios ouve parentes de vítimas de chacina

Agentes da Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro já ouviram dez parentes de vítimas da chacina ocorrida em Realengo, ontem a noite

Rio de Janeiro – Agentes da Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro já ouviram dez parentes de vítimas da chacina ocorrida em Realengo, na zona oeste da cidade, na noite de ontem (25). Cinco homens e duas mulheres estavam dentro de uma casa quando homens armados invadiram o local e mataram as sete pessoas.

De acordo com a Polícia Civil, ainda ontem o local da chacina foi periciado e agentes tentaram localizar testemunhas para ajudar na identificação dos autores dos assassinatos. “A polícia não descarta nenhuma hipótese para a motivação dos homicídios”, informa nota divulgada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Segundo a Polícia Militar, as vítimas tinham entre 21 e 37 anos e foram identificadas como Leandro Marcos Pereira, Toni Anderson Damásio Alves, Renata da Silva, Alex Prudente de Amorim, Cleiton Guimarães Pestana, Amanda da Silva Guimarães e Luan Santos da Cunha.