Defensores da União fazem mutirão para atender estrangeiros

A iniciativa faz parte das comemorações do Dia do Defensor Público do Mercosul celebrado pela primeira vez no Brasil nesta sexta-feira, 22

Brasília – Os defensores públicos da União, no Distrito Federal, farão nesta sexta-feira um mutirão de atendimento a estrangeiros dos países do Mercosul – Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile – que tenham entrado ilegalmente no país.

O mutirão ocorrerá na sede da Defensoria Pública da União (DPU), na capital, entre das 9h às 12h.

A iniciativa faz parte das comemorações do Dia do Defensor Público do Mercosul celebrado pela primeira vez no Brasil nesta sexta-feira (22).

A assessoria do órgão explicou que por causa da integração desses países diferentes “dinâmicas migratórias” entre as populações dos países do Mercosul, nem sempre legais, tem sido criadas. Cidades como São Paulo e Buenos Aires, capital da Argentina, atraíram imigrantes sul-americanos à procura de novas perspectivas de trabalho, informou a DPU de Brasília.

Com o aumento de trânsito de pessoas entre os países, as cidades que fazem fronteiras apresentam característica distintas em relação à prestação de assistência jurídica gratuita à população carente.

Com isso, explica a assessoria do Defensoria Pública, surgiu a necessidade de maior integração entre os órgãos correlatos do Mercosul.