Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Moro defende afastar denunciados; Alibaba fatura US$ 30 bi em 24h; Macron em Paris e mais…

Moro defende afastas ministros denunciados

Juiz da Operação Lava Jato e futuro ministro da Justiça, Sergio Moro defendeu o afastamento de ministros investigados por corrupção se as denúncias forem consistentes. “Tem que ser avaliado. Acho que é uma falácia que se ouviu no passado que é preciso esperar o trânsito em julgado. Defendo que em caso de corrupção se analise as provas e faça um juízo de consistência”, argumentou Moro, em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo. “É possível analisar desde logo a robustez das provas e emitir um juízo de valor. Não é preciso esperar as cortes de Justiça proferirem o julgamento.” “Eu não assumiria o papel de ministro da Justiça com o risco de comprometer a minha biografia, o meu histórico. Isso foi objeto de discussão e a afirmação do presidente eleito é que ninguém seria protegido se surgissem casos de corrupção”, afirmou o juiz.

Enem tem prova seletiva e difícil

A maioria dos candidatos ouvidos pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em Sorocaba reclamou de ter sido difícil e até “seletiva” a prova deste domingo, 11, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes tiveram de responder às questões de Matemática e Ciências da Natureza, incluindo Biologia, Física e Química. “Matemática é uma ciência exata, mas as questões foram formuladas de forma pouco objetiva”, disse Cleiton Dutra, de 38 anos, que saiu do ensino médio há mais de 15 anos e já fez o Enem em 2014. “Não tinha clareza, precisava ler o enunciado mais de uma vez para entender.”

15 mortos em Niterói

Subiu para 15 o número de mortos no desabamento do Morro da Boa Esperança, em Niterói. A vítima mais recente é o menino Arthur Caetano Carvalho, de 3 anos. Ele foi uma das 11 pessoas resgatadas com vida dos escombros e estava internado, em estado grave, no Hospital Estadual Azevedo Lima, que confirmou a morte em nota. A prefeitura de Niterói prometeu realojar os desabrigados imediatamente, através do aluguel social, e dar a eles uma casa própria, até dezembro, em conjunto que está sendo construído em parceria com a Caixa. O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, disse que o deslizamento da rocha em Niterói, que resultou em 14 mortes, foi um evento difícil de ser previsto e isentou a prefeitura de responsabilidades no episódio. Segundo ele, há uma rede de sirenes no município, acionadas em caso de chuvas fortes, mas não foi o caso, pois nem chovia no momento do acidente.

Alibaba fatura US$ 30 bi em um dia

Pouco menos de 16 horas foram necessárias para que o gigante de comércio eletrônico Alibaba, dono do site Aliexpress, superasse seu próprio recorde de vendas no Dia dos Solteiros na China, espécie de Black Friday do país asiático, comemorado neste domingo.

No ano passado, a rede tinha arrecadado 25,3 bilhões de dólares (quase 95 bilhões de reais). Já neste ano, o Alibaba arrecadou 30,8 bilhões de dólares, cerca de 115,5 bilhões de reais. Neste domingo, em apenas 1 minuto e 25 segundos o comércio chinês movimentou 1 bilhão de dólares (cerca de 3,75 bilhões de reais). Em 1 hora e 48 segundos, chegou-se a 10 bilhões de dólares (cerca de 37,5 bilhões de reais). A maior parte das compras foram feitas nos portais de venda pela internet do grupo Alibaba Tmall e Taobao.

Ainda há recontagem nos EUA

O estado da Flórida, nos Estados Unidos, iniciou neste domingo a recontagem de votos das eleições realizadas no último dia 6. Serão recontados os votos para governador, senador e comissário de agricultura. Os candidatos vitoriosos tiveram menos de 0,5 ponto percentual de diferença e uma pesquisa divulgada mostrou uma diferença ainda menor de votos do que os apresentados nos resultados oficiais. A recontagem de votos foi ordenada pelo secretário de Estado da Flórida, Ken Detzner, e os resultados deverão ser apresentados até a próxima quinta-feira (15). Não é a primeira vez que é feita uma recontagem de votos no estado. Em 2000, uma recontagem ocorreu nas eleições presidenciais, em que George W. Bush venceu o democrata Al Gore.

Merkel e Macron

Os presidentes da França, Emmanuel Macron, e da Alemanha, Angela Merkel, foram os destaques de evento em lembrança dos 100 anos do fim da Primeira Guerra Mundial, realizado no fim de semana em Paris. Diante de 60 líderes globais, Macron mirou Donald Trump ao afirmar que o nacionalismo é o oposto do patriotismo, ao minar as bases morais que dão origem às nações. Merkel alertou que o “projeto de paz” para o continente europeu, surgido após 1945, está ameaçado pela ascensão do nacionalismo e do populismo, no Fórum pela Paz, realizado em Paris. “Nós vemos claramente que a cooperação internacional, um equilíbrio pacífico entre os interesses de uns e outros e mesmo o projeto europeu de paz estão novamente sendo questionados”, declarou Merkel na abertura do evento.

Argentina: piso só em 2019

A economia da Argentina tocará um piso nos primeiros três meses do próximo ano e começará a se recuperar no segundo trimestre, disse uma autoridade do Fundo Monetário Internacional (FMI) no sábado. No mês passado, o Fundo elevou o tamanho de seu acordo de financiamento “standby” com a Argentina para 56,3 bilhões de dólares depois de negociar medidas fiscais mais duras que já prejudicam a popularidade do presidente Mauricio Macri antes de sua candidatura à reeleição em 2019.