Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Reforma da Previdência em discussão; Lula pede que PT tenha calma e mais; avião cai com 188 a bordo e mais...

“Não houve ditadura”

Em entrevistas ao SBT, à Rede TV, à Band, à Globo e à TV Record na segunda-feira (29) após ser eleito presidente, Jair Bolsonaro (PSL) negou a ditadura militar e criticou o jornal Folha de São Paulo, mas prometeu respeitar a oposição, a liberdade de imprensa e aqueles que não votaram nele. “Aquele que não votou em mim, pode ficar tranquilo que não será perseguido e que terá espaço no nosso governo”, disse no SBT. “A oposição é bem-vinda, ela pode, em sendo responsável, evitar que você cometa um deslize”. Ele admitiu até conversar com o PT: “No que depender de mim a gente pode conversar”. Na Record, pediu para que definissem para ele “o que é uma minoria”. No Jornal da Band, Bolsonaro disse que defende a redução da maioridade penal para 14 anos, mas que pode vir a aceitar uma idade maior. Ele também disse que a população brasileira está começando a entender que “não houve ditadura” e relativizou a censura dos meios de comunicação na época.

Lula: hora de calma

Em seu primeiro recado ao PT depois do final das eleições, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta segunda-feira, 29, ao partido para ter calma, esperar a poeira baixar e não se precipitar na avaliação do cenário pós-eleição, além de reafirmar a posição de liderança no partido que o presidenciável da sigla, Fernando Haddad, conquistou depois do segundo turno. Convocada pela presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, a Executiva da sigla, acrescida de parlamentares e outros petistas graúdos, irá se reunir nesta terça-feira, 30, em São Paulo para fazer uma primeira avaliação de cenário.

Bivar: Previdência em 2018?

O deputado eleito Luciano Bivar (PSL-PE), recém-empossado como presidente do partido de Jair Bolsonaro, afirmou que ainda enxerga como possível que a reforma da Previdência seja votada esse ano. “Durante a transição de governo teremos mais detalhes da reforma e há a possibilidade de votar a reforma proposta por Temer”, disse ele à EXAME. Segundo o presidente do PSL, que também é fundador do partido, a partir de agora ocorrerá uma análise técnica da PEC-287. A meta é fazer uma reforma que levará em conta os direitos adquiridos e a parte social. “Não podemos fazer nada que seja inexequível”, diz ele. “Mas vamos analisar a fundo nessa reforma e não está descartada que a votação ocorra em novembro ou início de dezembro.”

MP investiga deputada

O Ministério Público de Santa Catarina vai investigar a conduta da deputada estadual eleita Ana Caroline Campagnolo (PSL), que divulgou nas redes sociais um comunicado pedindo que estudantes catarinenses gravem e denunciem manifestações político-partidárias contrárias ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Segundo a assessoria de imprensa do órgão, a 25ª Promotoria de Justiça de Florianópolis instaurou, via ofício, um procedimento para apurar possível violação ao direito à educação e adotar as medidas cabíveis. Em nota, os sindicatos representantes dos trabalhadores em educação das redes pública e privada municipal, estadual e federal do Estado de Santa Catarina classificam o comunicado da deputada eleita como ameaça e ataque à liberdade de ensinar do professor. Segundo os sindicatos, isso “é tipicamente aplicado em regimes de autoritarismo e censura”.

Meio Ambiente critica

Entidades não-governamentais de proteção ambiental manifestaram preocupação com a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial. Embora pouco se saiba sobre o projeto político do ex-militar para a pasta ambiental, tendo em vista as escassas menções à temática em seu plano de candidatura (entre elas, a ideia de subordinar o Ministério do Meio Ambiente ao Ministério da Agricultura), ao longo da campanha, Bolsonaro falou em reduzir o trabalho de fiscalização do Ibama, liberar a mineração em terras indígenas e retirar o Brasil do acordo climático de Paris, maior tratado mundial de combate às mudanças climáticas. Segundo a organização Amazon Watch, a eleição de Bolsonaro para a presidência do Brasil dá ao político um mandato para promulgar uma série de “mudanças radicais” à ordem socioambiental do país. “Não nos calaremos diante do desmonte dessas instituições e políticas”, declarou a rede, que é formada por várias organizações da sociedade civil que atuam em mudanças climáticas, entre elas Greenpeace, SOS Mata Atlântica , WWF Brasil e Instituto Socioambiental.

Vai mudar

O futuro ministro da Casa Civil, o deputado federal Onyx Lorenzoni, afirmou, nesta segunda, que o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro vai mudar a forma de fazer gestão pública no país. Segundo ele, uma das mudanças vai atingir a elaboração do Orçamento. “Nosso projeto de Orçamento para 2020 é base zero. Vamos mudar completamente a forma de fazer gestão pública. Como é que sempre se fez? Gastou dez no ano passado, então pede onze para o ano que vem. A gente vai querer saber quanto gastou, quais os objetivos, que métricas usou para medir se estava certo ou não”, afirmou. Lorenzoni afirmou ainda que o Banco Central deve trabalhar com metas de emprego e renda. “Se temos uma situação em que o país precisa de inflação sob controle e você tem variações… É preciso aceitar que essas variações estejam dentro do aceitável para manter o emprego e renda”, disse ele, afirmando que quem vai cuidar dessa parte é o economista Paulo Guedes, provável ministro da Fazenda.

Bolsa em queda

O principal índice da bolsa de valores brasileira, o Ibovespa, iniciou a semana em queda de 2,24%, a 83.796 pontos. Após bater máxima recorde intradia no começo do pregão, o índice registrou queda por conta do cenário exterior. O mercado americano sofreu após a agência Bloomberg noticiar que os Estados Unidos estão se preparando para anunciar tarifas sobre todos as importações remanescentes da China no início de dezembro se as negociações entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping falharem. As ações que tiveram as maiores valorizações do dia foram as da Cielo e da CCR, com alta de 1,89% e 2,27%, respectivamente. Já as ações com maiores quedas foram as da Kroton, com queda de 7,22%, e da Gol, com diminuição de 6,48%. O dólar terminou o dia com alta de 1m39%, valendo 3,705 reais.

Lucro do Itaú sobe, para variar

O Itaú Unibanco teve lucro líquido recorrente de 6,454 bilhões de reais no terceiro trimestre deste ano, cifra 3,2 por cento superior à vista no mesmo intervalo de 2017, de 6,254 bilhões de reais. Em relação aos três meses imediatamente anteriores, quando o montante foi de 6,382 bilhões de reais, foi identificado aumento de 1,1 por cento. O desempenho do banco no terceiro trimestre foi influenciado, conforme o Itaú explica em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, por um menor custo do crédito da instituição e crescimento da margem financeira com clientes. No critério atribuível aos acionistas controladores (IFRS), o lucro da instituição foi de 6,126 bilhões de reais de julho a setembro, com leve alta de 1,34 por cento ante igual período do ano passado.

Merkel se despede

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que não buscará se reeleger como presidente da legenda em uma conferência no início de dezembro, nesta segunda-feira (29). Merkel é presidente da CDU (União Democrata-Cristã ) desde 2000, e desistir do papel iniciaria uma disputa dentro do partido para sucedê-la como chanceler da Alemanha. Os acontecimentos desta segunda-feira ocorreram depois que a CDU terminou em primeiro lugar, mas perdeu apoio, em uma eleição no Estado de Hesse, no oeste do país – o segundo revés eleitoral para a aliança conservadora de Merkel nas últimas semanas. Deixar o cargo de presidente do partido permitiria que um novo presidente da CDU construísse um perfil próprio antes da próxima eleição nacional, prevista para 2021. A favorita de Merkel para sucedê-la é a secretária-geral da CDU, Annegret Kramp-Karrenbauer.

Mais um pacote

Mais um pacote suspeito endereçado à rede de comunicação norte-americana CNN foi interceptado em uma agência dos correios nesta segunda, e não há riscos à sede da emissora. O pacote foi identificado três dias depois que um homem foi detido por enviar uma série de pacotes-bomba a proeminentes democratas, críticos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e à própria CNN. Estima-se que mais de 15 pacotes tenham sido enviados, na semana passada.

Sem sobreviventes

As autoridades da Indonésia afirmaram, nesta segunda, que não esperam encontrar sobreviventes após o acidente ocorrido a queda do avião da companhia aérea de baixo custo Lion Air. O avião com 188 pessoas a bordo, caiu no Mar de Java poucos minutos depois de decolar do aeroporto de Jacarta. “O meu prognóstico é que ninguém sobreviveu”, declarou à imprensa local o general de brigada Bambang Suryo Aji, da agência de busca e resgate Barsana, em Jacarta. De acordo com vários veículos de imprensa locais, a aeronave caiu de uma altitude de 2,5 mil metros na baía de Karawang, onde a profundidade do mar é de entre 30 e 35 metros. Especialistas afirmam que os destroços encontrados indicam que a “aeronave teria caído na água a grande velocidade”. Cerca de 160 soldados de salvamento em várias embarcações e helicópteros estão no local do acidente em busca de sobreviventes e das caixas-pretas do avião, que servirão para esclarecer o que ocorreu.