Creio que minha voz terá mais alcance, diz Ana Amélia, vice de Alckmin

Senadora disse que o país está diante de um dos "momentos mais graves da sua história e é justamente nessa hora que não podemos cruzar os braços"

Brasília – A senadora Ana Amélia (PP-RS) divulgou nesta sexta-feira um vídeo nas redes sociais em que afirmou que não foi uma “decisão fácil” abrir mão de uma candidatura à reeleição ao Senado quase certa para ser candidata a vice na chapa presidencial do tucano Geraldo Alckmin, com “resultado eleitoral incerto”, mas destacou ter aceito o desafio na certeza de que se pode mudar o país.

Ana Amélia disse que o país está diante de um dos “momentos mais graves da sua história e é justamente nessa hora que não podemos cruzar os braços”.

“Ao aceitar esse desafio, fiz na certeza de que podemos mudar o país. Continuarei sendo a mesma Ana Amélia senadora, independente, transparente, combativa e atuante na defesa dos mesmos princípios e ideais”, disse. “Creio que minha voz terá mais alcance.”

A senadora afirmou ainda que não aceitou mordomias e privilégios durante o seu mandato e citou ter aberto mão do auxílio-moradia. Ela fez questão de destacar algumas posições políticas, como ser contra o foro privilegiado, a favor da prisão de condenados após a segunda instância e apoiar “incondicionalmente” a Lava Jato, destacando que vai continuar apoiando a operação se chegar à Vice-Presidência.

“Como mulher, não me curvo às pressões de quem quer que seja”, afirmou.