CPMI convidará juiz ameaçado para depor sobre Cachoeira

Moreira Lima era responsável pela ação penal que apura a suposta organização criminosa liderada pelo empresário goiano

Brasília – Os deputados e senadores da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira decidiram hoje (5) convidar o juiz federal Paulo Moreira Lima a prestar esclarecimentos. Como se trata de um convite, ele não tem a obrigação de comparecer.

Moreira Lima era responsável pela ação penal que apura a suposta organização criminosa liderada pelo empresário goiano, Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Foi ele quem autorizou as escutas telefônicas que serviram de base para as investigações da Polícia Federal nas operações Vegas e Monte Carlo.

No último dia 13 de junho, Moreira Lima pediu afastamento do processo alegando sofrer ameaças. O juiz Alderico Rocha Santos assumiu o processo.