CPI do Cachoeira vota convocação de acionista da Delta

A empreiteira é acusada de envolvimento com o esquema do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira

Brasília – A CPI do Cachoeira vai apreciar nesta quinta-feira o pedido de convocação do empresário Fernando Cavendish, principal acionista da Delta Construções. A empreiteira é acusada de envolvimento com o esquema do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Após vários adiamentos, o que motivou suspeitas de blindagem da Delta, a expectativa é que o colegiado aprove a convocação de Cavendish.

Entre os mais de 300 requerimentos previstos para serem votados nesta manhã, a comissão também vai votar as convocações do ex-diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) Luiz Antonio Pagot. Os governistas, porém, devem barrar a vinda de Pagot pelo fato de ele não ter ligações com o esquema de Cachoeira.

A comissão deve aprovar a convocação do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), flagrado em um vídeo no qual negocia apoio de Cachoeira para as eleições de 2004. Raul Filho enviou ofício à comissão colocando-se à disposição para depor. O colegiado também deve aprovar a reconvocação do contraventor, que, da primeira vez que esteve na CPI, permaneceu em silêncio. Os depoimentos aprovados na sessão desta quinta-feira devem ser tomados somente após o recesso parlamentar, em agosto.