Covas vai montar hospitais de campanha para pacientes com coronavírus

O estádio do Pacaembu terá 200 leitos e o Anhembi contará com 1,8 mil leitos; Covas afirmou que a estrutura estará pronta em até três semanas

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, afirmou nesta sexta-feira, dia 20, que o Complexo do Anhembi, com mais de 400.000 metros quadrados, deverá receber 1.800 leitos hospitalares nas próximas semanas para atender pessoas com sintomas do coronavírus.

Segundo o prefeito, deverão ser instalados outros 200 leitos em uma estrutura que será montada no estádio do Pacaembu. A informação foi divulgada na sexta-feira durante coletiva de imprensa com o governador João Doria (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

O prefeito não detalhou quantos profissionais de saúde deverão realizar o atendimento nesses locais, que passarão a funcionar como hospitais de campanha.

As estruturas hospitalares montadas no Anhembi e no Pacaembu deverão atender pacientes de baixa complexidade. Novos casos de coronavírus são esperados nas próximas semanas.

“Estamos entrando em uma fase de contágio para a qual precisamos nos preparar”, disse o prefeito.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus: