Contratações somam 9,5 mil em fevereiro, aponta Fiesp

O nível de emprego da indústria paulista ficou praticamente estável, com recuo de 0,04% em fevereiro deste ano em relação a janeiro, na série com ajuste sazonal

São Paulo – A indústria paulista teve um saldo de 9,5 mil contratações em fevereiro deste ano, divulgou nesta quinta-feira a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O nível de emprego da indústria paulista ficou praticamente estável, com recuo de 0,04% em fevereiro deste ano em relação a janeiro, na série com ajuste sazonal. Na mesma base de comparação, o Índice de Nível de Emprego subiu 0,38% sem ajuste sazonal.

No acumulado dos dois primeiros meses do ano, o emprego da indústria paulista apresentou variação positiva de 0,80%, com saldo de 20,5 mil contratações. Em 12 meses, houve queda de 1,44% no nível de emprego, com saldo de 38 mil demissões.

Dos 22 setores nos quais a Fiesp divide a indústria no Estado, 12 contrataram, sete demitiram e três permaneceram estáveis em fevereiro.

A previsão da instituição é que o emprego cresça 1,6% neste ano. De acordo com o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp, Paulo Francini, ainda “falta vigor” na recuperação da indústria de transformação e, consequentemente, do emprego.

“Ainda existem dúvidas quanto ao grau da recuperação da indústria de transformação. Temos dados positivos, mas estamos com certa reserva a algumas características”, disse. A projeção da Fiesp para a atividade industrial é de crescimento de 2,3%, ante queda próxima a 4% verificada em 2012.

O setor de máquinas e equipamentos, ligado aos investimentos e destaque na pesquisa de janeiro, quando criou 2 mil vagas, somou 655 contratações em fevereiro. “De qualquer maneira é um número positivo e não derruba nossa expectativa de que o setor está em processo de recuperação”, declarou Francini.