Consórcio fará moção de apoio a transposição do Paraíba

A decisão foi aprovada em encontro dos membros do Consórcio das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ)

Campinas – Representantes de municípios e empresas do interior paulista abastecidos pelo Sistema Cantareira vão encaminhar uma moção à União e ao estado em apoio ao adiamento da renovação da outorga que permite à Sabesp explorar o sistema e à proposta do governo estadual de buscar água na represa de Igaratá, na bacia do rio Paraíba do Sul, para socorrer a região.

A decisão foi aprovada em encontro dos membros do Consórcio das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), que contou com a presença do prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), realizado nesta sexta-feira, 21, em Valinhos.

A renovação de outorga do Cantareira vence em agosto deste ano e União e estado já discutem adiar para 2015 o processo. “Não é hora para discutir o assunto. Devemos rever inclusive os pedidos feitos pela região para a renovação da outorga, pedindo mais água”, afirmou o presidente do Consórcio do PCJ, Reinaldo Nogueira (PMDB), prefeito de Indaiatuba.

Os representantes do consórcio, entidade que representa municípios e empresas usuárias da água do PCJ, também apoiam a transposição da represa Jaguari, em Igaratá, que pertence à bacia do Rio Paraíba do Sul, para socorrer o Cantareira.

A proposta foi apresentada essa semana pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e provocou a reação de governo e entidades do Rio de Janeiro – que usa a água do Paraíba.

A proposta foi um dos itens que constou no documento “Mandamentos da Estiagem”, com 25 medidas a serem discutidas e implantadas para evitar o esvaziamento dos reservatórios do Cantareira, que foi aprovado em 7 de fevereiro.

O item 23 da carta diz “Estudo de viabilidade para transposição de bacias, em regimes de emergência, como por exemplo através dos reservatórios de Igaratá e Paraibuna”.