Conselho considera bombeiros culpados por greve no Rio

Entre os dez bombeiros considerados culpados não está o cabo Benevenuto Daciolo, líder da categoria

Rio – O Conselho de Disciplina do Corpo de Bombeiros considerou culpados dez bombeiros que participaram da greve anunciada pela categoria em 9 de fevereiro no Rio de Janeiro. Eles são acusados de incitamento e aliciamento a motim. A audiência ocorreu ontem.

Mas o órgão, composto por um major e dois capitães, não tem poder de punição. Ele faz apenas uma recomendação que segue para o comandante da corporação, Sérgio Simões. Caberá a Simões decidir se os bombeiros são culpados ou não e, caso sejam, estabelecer a pena que deverá ser imposta. As penas variam de advertência verbal até exclusão da corporação.

Entre os dez bombeiros considerados culpados não está o cabo Benevenuto Daciolo, líder da categoria. Ele começou a ser julgado na última segunda-feira, mas a audiência foi interrompida porque novos documentos foram incluídos no processo que julga seu comportamento. Uma nova audiência será marcada para que o Conselho apresente seu veredicto, a ser também encaminhado para o comandante.