Como era São Paulo no começo do século passado

Veja fotos de pontos turísticos da cidade - que faz aniversário de 463 anos nesta quarta-feira -, nas primeiras décadas do século 20 e como estão hoje

São Paulo — A cidade de São Paulo comemora nesta quarta-feira (25) 463 anos. A mais populosa cidade do país nasceu, em 1554, como um colégio jesuíta no planalto de Piratininga, hoje chamado de Pateo do Collegio. A localização foi escolhida porque era considerada um local seguro para que os padres jesuítas José de Anchieta e Manoel da Nóbrega pudessem catequizar os índios.

Mas a capital paulista só se tornou um importante centro econômico com a expansão da cafeicultura no final do século 19 e a chegada de imigrantes de todos os cantos do mundo.

No entanto, foi na primeira metade do século passado que a cidade viveu a sua maior transformação: as ruas foram alargadas e ganharam importantes intervenções urbanísticas, a indústria se tornou o maior motor econômico da cidade e trouxe brasileiros de outros estados, principalmente do Nordeste, em busca de emprego.

No último século, a cidade mudou muito, com arranha-céus, tráfego intenso dominando a paisagem e o maior centro financeiro da América Latina. Apesar de todas essas transformações, ela ainda recebe de braços abertos brasileiros e estrangeiros que escolhem a cidade de São Paulo para trabalhar e viver.

Quer ver como a cidade mudou no último século? EXAME.com separou fotos de pontos turísticos na primeira metade do século 20 e comparou com imagens de hoje em dia: