Como universidades do Brasil cresceram (ou não) na Internet

A USP evoluiu 19 colocações desde 2009. Confira como as universidades brasileiras aumentaram a influência e relevância na web nos últimos anos

São Paulo – O Ranking Web of Universities, também conhecido como Webometrics, divulga uma lista com as melhores universidades do mundo em termos do impacto que as publicações científicas dessas instituições têm na internet. Neste ano, o Brasil teve 12 universidades entre as 500 primeiras.

As dez primeiras colocações foram dominadas por instituições dos Estados Unidos, sendo que a Universidade de Harvard liderou a lista. Dentre as brasileiras, algumas estrearam entre as top 500 e outras que marcaram presença em anos anteriores não apareceram em 2013 (veja tabela abaixo). 

O levantamento tem como critérios o impacto que os artigos de cada universidade têm na internet, considerando as citações externas ao domínio da página universitária que hospeda a publicação; o número total de páginas hospedadas no domínio da universidade; abertura de arquivos anexados (.pdf, .doc, .docx, .ppt) disponíveis em sites relacionados; e o número de trabalhos acadêmicos presentes em grandes publicações internacionais. 

  jul/09 jan/10 jan/11 jan/12 jan/13
Universidade de São Paulo 38 53 51 20 19
Universidade Estadual de Campinas 115 143 161 193 177
Universidade Federal de Santa Catarina Brasil 134 222 240 129 205
Universidade Federal do Rio Grande do Sul 152 243 166 71 129
Universidade Federal do Rio de Janeiro 196 247 209 171 241
Universidade de Brasília 204 377 328 184 181
Universidade Federal de Minas Gerais 241 329 292 253 254
Universidade Estadual Paulista 269 340 238 122 294
Universidade Federal do Paraná 352 457 400 206 364
Pontificia Universidade Católica do Rio de Janeiro 354 456 361
Universidade Federal do Rio Grande do Norte 419
Universidade Federal da Bahia 422 444 358 444
Universidade Federal de Pernambuco 500
Universidade Federal Fluminense 391 312
Universidade Estadual de Maringá 499
Universidade Federal do Ceará 482