Como a violência muda a rotina dos brasileiros

Segundo dados do CNI, 44% dos brasileiros que moram em grandes cidades foram vítimas de assaltos, furtos ou agressões nos últimos 12 meses

São Paulo – Você já mudou algum hábito da sua rotina em função da violência nas cidades? Um levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que a insegurança faz o brasileiro evitar algumas práticas do dia a dia, como sair à noite, andar por alguns bairros e até mudar o modo de se vestir.

As alterações nos costumes, segundo dados do CNI, devem-se ao fato de que 44% das pessoas que moram em cidades grandes – com mais de 500 mil habitantes – já foram vítimas de assaltos, furtos ou agressões nos últimos 12 meses. Em relação aos municípios pequenos – com menos de 50 mil habitantes -, essa taxa é de 28%.

De acordo com o estudo, que ouviu 2.002 pessoas de 141 municípios entre os dias 1 e 4 de dezembro de 2016, a exposição a situações de insegurança, como uso de drogas na rua, alguém sendo agredido ou sofrendo assédio sexual, também colabora para a mudança de estilo de vida.

Segundo a sondagem, aumentar o cuidado ao sair e entrar de casa é a principal alteração na rotina por causa da violência. Evitar andar com dinheiro e sair à noite aparecem em segundo e em terceiro lugar, respectivamente.

Veja, no gráfico, as principais mudanças de hábito dos brasileiros por causa da violência, por porte do município.

 (Raphaela Sereno/Site EXAME)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Guimarães

    Minha faculdade fica no mesmo bairro onde moro, mas tem quase 1 km de distancia em ruas escuras. Fica ao lado de uma comunidade de habitações modestas e que fui assaltado uma vez durante a tarde, corri atrás dele, mas ele entrou na comunidade. Desde então decidi mudar a forma de vestir. Uso botas de trabalhador, calça popular, blusão de capuz, roupas simples e sem marca famosa, deixo barba grande, nunca mexo no celular na rua, ando acelerado e sempre atento olhando para trás e para os lados. Já estou quase formando e ter apenas 1 assalto nesse trajeto é uma vitória.