Comissão do Senado cria grupo para fiscalizar intervenção no Rio

A presidente do colegiado disse que o objetivo é acompanhar a situação durante a intervenção e fiscalizar eventuais violações dos direitos humanos

Brasília – A Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado criou, nesta quarta-feira, 21, uma subcomissão para acompanhar a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro. Os senadores Romário (PODE-RJ), Paulo Paim (PT-RS) e Telmário Mota (PTB-RR) fazem parte do grupo.

A presidente do colegiado, Regina Sousa (PT-PI), disse que o objetivo é acompanhar a situação do Rio enquanto durar a intervenção e fiscalizar eventuais violações dos direitos humanos contra a população. O requerimento de criação da subcomissão foi de autoria da própria presidente da CDH.

Para criar o grupo, a CDH teve que encerrar os trabalhos da Subcomissão da Defesa da Mulher. Regina Sousa considerou que os objetivos da subcomissão da mulher já foram alcançados com a criação da Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher no Congresso.