Comissão aprova PEC; Greve dos bancários…

Comissão aprova PEC do teto

A Comissão Especial da Câmara montada para avaliar a PEC do teto de gastos públicos aprovou a proposta por 23 votos contra 7. A PEC prevê que os gastos públicos federais tenham um aumento limitado à inflação do ano anterior a partir de 2017. Agora, a proposta precisa ser aprovada pelo Plenário da Casa, onde são necessários 308 votos, e depois passa a tramitar no Senado. O governo pretende que a proposta esteja totalmente aprovada antes do final do ano.

__

Lula na Lava-Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal e relator do processo da Lava-Jato, Teori Zavascki, incluiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no principal inquérito da operação. Esse inquérito investiga o núcleo político do esquema de corrupção. A pedido do Ministério Público, Zavascki também fatiou o inquérito, que investiga 66 políticos, em quatro: um para os do PT, outro para os do PP, além de uma investigação para os membros do PMDB do Senado e outra para os da Câmara. Além de Lula, são investigados políticos como Renan Calheiros e Eduardo Cunha.

__

Sequestro de bens de Raupp

O Supremo determinou nesta quinta-feira o sequestro de bens do senador Valdir Raupp, do PMDB. Ele é alvo de quatro inquéritos da Lava-Jato e deve colocar bens que equivalham a meio milhão de reais a disposição da justiça. Raupp é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em crimes que envolviam o esquema montado em cima da Petrobras. O senador teria recebido 500 mil reais de propina da empreiteira Queiroz Galvão por meio do diretório do partido em Rondônia.

__

Menos jovens na universidade

Em 2015, pela primeira vez desde 2009, o número de novos matriculados no ensino superior no Brasil teve queda de acordo com o MEC. Cerca de 2,2 milhões de estudantes entraram nas universidades do país, 6,6% a menos que em 2014. Desses, 1,2 milhões começaram a estudar em uma instituição privada – foram 1,4 milhões no ano anterior – e 1 milhão em uma faculdade pública. O principal motivo responsável pela queda foi a restrição aos financiamentos feitos por meio do FIES. Cerca de 8 milhões de pessoas cursam universidade no país.

__

Bancários encerram greve

Os bancários de diversas cidades do país decidiram na tarde desta quinta-feira encerrar a greve que se estendeu por 31 dias e foi a mais longa desde que funcionários de bancos públicos e privados passaram a negociar juntos, em 2004. Eles aceitaram um reajuste de 8,5% e um abono de 3.500 reais, além de aumento de 15% no vale alimentação e 10% no auxílio creche. O acordo vale por dois anos e os bancários acertaram um aumento real de 1% em 2017, sem necessidade de renegociação. Mais de 13 mil agências bancárias estavam fechadas no país, de acordo com a Contraf, que é a confederação que reúne sindicatos do setor financeiro.

__

Aumento na contribuição à Previdência

Um grupo de governadores, liderados por Raimundo Colombo, de Santa Catarina, levou ao presidente Michel Temer a proposta de aumentar o valor da contribuição que os servidores públicos estaduais pagam para a Previdência. A porcentagem descontada dos salários subiria de 11% para 14% como forma de equilibrar o rombo nas contas públicas. Segundo Colombo, Santa Catarina já recolhe isso de seus servidores e esse seria o máximo valor possível, já que o Supremo considera uma porcentagem superior como “confiscatória”.