Comemoração do Corinthians na Paulista está proibida

Se o clube vencer a Libertadores, as comemorações oficiais ficarão restritas ao Sambódromo, diz Prefeitura

São Paulo – Percam ou ganhem a final da Copa Libertadores da América, os corinthianos não poderão se dirigir à Avenida Paulista para comemorar o título – ou lamentar a derrota.

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, as comemorações de torcedores de times de futebol estão proibidas na avenida – ou outras vias importantes da cidade – para evitar que o trânsito local seja prejudicado, em cumprimento a um acordo formado Ministério Público.

A comemoração oficial do título, caso o Corinthians vença o Boca Juniors, será no Sambódromo, no Anhembi, onde a diretoria do time promoverá um evento das 16 horas da tarde às 3 horas da manhã. A programação inclui shows e a transmissão do jogo e o ingresso custa 20 reais. A organização do evento espera 30 mil pessoas.

Na região do entorno do Sambódromo e do Estádio do Pacaembu, onde acontece a partida, ações de fiscalização, limpeza e de combate ao comércio ambulante irregular estão previstas.

Mais de 500 homens e mais de 100 veículos – caminhões baús, caminhões plataforma, caminhões guinchos, kombis e outras viaturas – serão destacados para as operações.

A limpeza contará com um efetivo de 390 agentes ambientais, 6 caminhões antares, 6 caminhos pipas e 2 varredeiras mecânicas de grande porte.

A Polícia Militar delimitará, a partir das 17 horas, um perímetro no entorno do estádio, permitindo somente o acesso para as pessoas que tiverem ingressos. A PM atuará também, em conjunto com a Polícia Civil, para inibir a ação de “flanelinhas” e de cambistas.