Começa a 2º audiência pública sobre a reforma trabalhista na CCJ

Amanhã (28) a sessão que votará o relatório da reforma começa cedo com a leitura dos votos em separado, o que deve terminar até as 16h

Brasília – Começou por volta das 15h30 a segunda audiência pública do dia para debater a reforma trabalhista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado.

Entre os convidados do debate, estão o presidente da Associação Nacional do Procuradores do Trabalho (ANPT), Ângelo Farias da Costa, o presidente da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), Guilherme Feliciano, e o presidente da Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Gonçalves de Araújo.

O painel da CCJ marca presença de 23 senadores, mas número inferior a dez está no plenário.

Ao mesmo tempo em que acontece a audiência, também ocorre sessão plenária do Senado – onde estão muitos dos parlamentares que marcaram presença no sistema do Senado

Na quarta-feira, 28, a sessão que votará o relatório da reforma trabalhista na CCJ começa cedo com a leitura dos votos em separado, o que deve terminar até as 16h.

Em seguida, haverá discussão sobre o tema. Terminado o debate, a CCJ deve votar o relatório – última etapa antes da votação da reforma trabalhista no plenário.

Desde segunda-feira, 26, porém, parlamentares da oposição têm afirmado que tentarão obstruir os trabalhos no Congresso diante da acusação da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer apresentada na segunda à noite ao Supremo Tribunal Federal.