Com relator do DEM, base de Alckmin domina CPI da Merenda

Deputado do DEM foi eleito relator da CPI da Merenda, que será totalmente comandada pela base de apoio do governador Geraldo Alckmin

São Paulo – O deputado estadual Estevam Galvão (DEM) foi nomeado nesta terça-feira, 28, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Merenda na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

Com a indicação, a comissão que vai investigar o esquema de desvio de recursos de alimentação escolar no Estado e em prefeituras paulistas será totalmente comandada pela base do governo Geraldo Alckmin (PSDB).

Na semana passada, os nove integrantes da CPI, entre os quais oito são governistas, já haviam eleito o deputado Marcos Zerbini (PSDB) presidente da comissão e Adilson Rossi (PSB), vice-presidente.

O controle da CPI, inicialmente proposta pelo PT, foi criticado por deputados da oposição e estudantes, que temem uma “blindagem” nas investigações.

Cotado para ser o relator, o deputado Delegado Olim (PP), disse aos colegas que preferia não assumir a função porque precisará de tempo para preparar sua candidatura a prefeito de São Paulo.

O líder da bancada petista, deputado Zico Prado, disse que o partido acionará a Justiça para tentar uma segunda vaga na CPI para a oposição na Alesp, composta também pelo PSOL e pelo PC do B. Na CPI, somente o deputado Alencar Santana (PT) não pertence à base do governo paulista.

Os deputados aprovaram os sete requerimentos que estavam na pauta da CPI entre os quais o pedido de todos os documentos do inquérito da Operação Alba Branca ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual (MPE), que desmontou o esquema de superfaturamento e pagamento de propina em convênio da Cooperativa Agrícola Familiar (Coaf) com a Secretaria Estadual da Educação no início deste ano.