Chuvas em São Paulo: sobe para 5 número de mortes no estado

Corpo de Bombeiros encontrou duas pessoas que foram levadas por enxurrada em Botucatu, no interior paulista

São Paulo — O  Corpo de Bombeiros de São Paulo encontrou nesta terça-feira mais três vítimas da tempestade que caiu no estado entre domingo e segunda-feira. Dois corpos foram localizados no  Rio Capivara, na região de
Botucatu, e um outro em Marília, interior paulista. Com isso, o número de mortes causadas pelas chuvas
subiu para cinco. Os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o carro onde estavam as vítimas trafegava pela Estrada Alcides Soares, em Botucatu, por volta das 10h de segunda-feira, quando foi atingido por uma enxurrada. O automóvel acabou sendo localizado apenas nesta terça-feira por um helicóptero da Polícia Militar. As equipes ainda tentam localizar o terceiro ocupante do veículo.

Na mesma rodovia, mais uma vítima: um motorista morreu após o caminhão que ele dirigia cair em um buraco formado pela força da água . De acordo com a Defesa Civil, o corpo dele foi encontrado às margens de um córrego em local de difícil acesso. A quinta vítima morreu na região de Marília, após o carro que ocupava cair em uma cratera na rodovia Dona Leonor Mendes e Barros.

Na manhã de segunda-feira, o Corpo de Bombeiros já havia confirmado a morte de um homem de 33 anos, desaparecido desde a noite de domingo. Ele e mais duas pessoas foram levadas por uma enxurrada na região. Seu corpo foi encontrado no piscinão de São Bernardo após a polícia conseguir resgatar as outras duas vítimas.

Balanço

Um dia depois da chuva que causou caos em São Paulo, governo do estado, prefeituras, Defesa Civil, Bombeiros e sindicatos patronais divulgaram um balanço dos estragos.

Foram registrados 160 pontos de alagamento em São Paulo durante as chuvas, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

Desses pontos de alagamento: 97 com vias intransitáveis e 63 com vias transitáveis.

O rodízio de veículos foi suspenso já na segunda-feira e permaneceu suspenso nesta terça-feira.

Na manhã desta terça-feira,  40 escolas em todo o estado permanecem sem aulas, segundo o Governo de São Paulo.

O Rio Pinheiros atingiu seu maior nível em 15 anos.

Durante todo o dia, o Corpo de Bombeiros atendeu 10.371 ligações para 2.345 ocorrências.
São elas: 1.043 de enchentes 163 desabamentos ou desmoronamentos, 170 quedas de árvores.

Foram suspensas 943 partidas do Terminal Rodoviário Tietê e  411 partidas do Terminal Rodoviário Barra Funda.