Chuva derruba torres de transmissão em São Paulo

A queda, porém, não prejudicou o fornecimento de energia para mais de 2,5 milhões de consumidores em cidades paulistas

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou hoje (2) que a queda de 13 torres de transmissão de alta tensão, ocorrida ontem (1º) no estado de São Paulo por causa de um forte temporal, não prejudicou o fornecimento de energia para mais de 2,5 milhões de consumidores em cidades paulistas.

O temporal afetou as regiões de Ilha Solteira, Bauru, Araraquara e Campinas.

Segundo a nota do ONS, os sistemas de proteção desligaram sete circuitos que integram o sistema de transmissão, responsável por levar a energia para a capital paulista e outras cidades.

“Foram desligados seis circuitos de 440 kV, entre as subestações de Bauru e Oeste (2), Bauru e Cabreúva, Bauru e Salto e Ilha Solteira e Mirassol (2), além de um circuito de 500 kV entre Araraquara e Campinas.

Essas ocorrências foram suportadas pelo sistema elétrico sem provocar cortes de carga de consumidores, que continuaram sendo supridos pelos demais equipamentos que permaneceram em operação”, informou a nota.

A nota assegura que “as medidas operativas tomadas pelo ONS em conjunto com os agentes da região, para redespacho de geração e adoção de novos limites operativos, permitem assegurar as condições de segurança e confiabilidade adequadas para o suprimento, até que sejam restabelecidos os equipamentos afetados”.