Chilenos que invadiram Maracanã terão que deixar país em 72h

Caso não cumpram o prazo, os torcedores poderão ser deportados pela Polícia Federal (PF)

Brasília – Os 85 chilenos que invadiram hoje (18) o Centro de Mídia do Maracanã antes do jogo entre Chile e Espanha vão ter que sair do Brasil em até 72 horas. Caso não cumpram o prazo, os torcedores poderão ser deportados pela Polícia Federal (PF). 

Segundo nota do Ministério da Justiça, todos os torcedores envolvidos já foram notificados pela PF.

Um grupo de chilenos sem ingressos para a partida entrou no Centro de Mídia e quebrou divisórias do local.

Em seguida, alguns conseguiram chegar ao gramado do estádio, mas foram detidos por seguranças da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Todos os invasores foram detidos e encaminhados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, zona norte do Rio.