Cerca de 2 mil desabrigados recebem apartamentos no Rio

Há também aqueles tiveram que sair de seus imóveis por causa de obras da prefeitura

Rio de Janeiro – Pouco mais de 1,8 mil pessoas, com renda até R$ 1,6 mil, recebem hoje (6) as chaves de seus apartamentos, construídos por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, no bairro da Triagem, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. De acordo com a Secretaria Municipal de Habitação, a maioria dos beneficiados é formada por pessoas que ficaram desabrigadas nas chuvas de 2010 ou que moram em área de risco. Há também aqueles tiveram que sair de seus imóveis por causa de obras da prefeitura.

Os empreendimentos Bairro Carioca 1 e 3 têm 23 blocos residenciais com 460 apartamentos de cerca de 42 metros quadrados. Entre os novos moradores estão pessoas que saíram de comunidades carentes como a do Turano, de Manguinhos, da Rocinha e do Borel.

A baiana Lucileda Bispo da Silva, de 43 anos, morava há cinco anos em uma área de risco no Morro da Providência, no centro da cidade, e vai ocupar uma das unidades do novo empreendimento com o marido e o filho. “É um sonho realizado ter uma casa própria. Para mim é uma coisa que Deus mandou”, disse.

Já Gilberto da Silva Baptista, de 30 anos, não estava satisfeito por ter que sair de sua antiga casa, no Santo Cristo, no centro da cidade, para morar em um apartamento novo com a filha. Ele conta que sua casa foi desapropriada durante as obras de revitalização da zona portuária. “Ninguém quer sair de sua casa. E uma casa dessa [apartamento novo], a gente não sabe quanto tempo vai durar. Por isso, por enquanto, para mim há muita dúvida”, disse.

Os condomínios Bairro Carioca 1 e 3 foram construídos com verbas da prefeitura do Rio de Janeiro, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal. O projeto Bairro Carioca prevê um total de 11 condomínios, com 2.240 unidades habitacionais.