Cenipa apura acidente com helicóptero da Petrobras

Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos começou a apurar as causas do acidente com o helicóptero da empresa Senior Táxi Aéreo

Rio de Janeiro – A assessoria de imprensa da Aeronáutica informou na manhã deste domingo que o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) começou hoje a apurar as causas do acidente com o helicóptero da empresa Senior Táxi Aéreo que prestava serviço para a Petrobras e caiu no litoral norte do estado do Rio, na Bacia de Campos, na tarde da última sexta-feira.

Em nota, a Petrobras informou que foi localizado, na madrugada deste domingo, o corpo da quarta vítima do acidente. Os outros três corpos e destroços do helicóptero foram encontrados no sábado, a cem quilômetros da costa e 99 metros de profundidade.

Segundo a assessoria da estatal, os trabalhos de resgate dos corpos continuam. Estavam no helicóptero, modelo Augusta AW-139, Ricardo Leal de Oliveira, de Rio das Ostras (RJ), auxiliar técnico de planejamento da empresa Engevix; João Carlos Pereira da Silva, de Campos (RJ), técnico de inspeção da empresa Brasitest; o piloto Rommel Oliveira Garcia, do Rio, e o copiloto Lauro Pinto Haytzann, de São Paulo.