Celso de Mello arquiva pedido de investigação contra Meirelles

Petição arquivada tratava de uma suposta sonegação fiscal praticada pelo Bradesco com anuência do Banco Central sob a gestão de Meirelles

Brasília – A pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou um pedido de investigação que havia sido feito contra o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central.

A petição arquivada tratava de uma acusação, feita por um cidadão, de sonegação fiscal supostamente praticada pelo banco Bradesco com anuência do Banco Central durante a gestão de Meirelles.

Na decisão, o ministro atendeu ao pedido da PGR, que considerou a ausência de elementos mínimos de autoria e materialidade contra Henrique Meirelles, que à época, segundo o MPF, não ocupava a presidência do Banco Central.