CCJ encerra debates e se encaminha para votar denúncia de Temer

Ao ser anunciado o resultado, se o parecer for derrotado, o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-RJ), vai escolher o relator entre os que votaram contra

Brasília – A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara encerrou no início da tarde desta quinta-feira a fase de debates e se encaminha para a votação sobre se os deputados do colegiado concordam com a autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue a denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

A fase de debates durou mais de um dia.

O relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) fazia uso de seus 20 minutos para últimas considerações e o advogado de Temer, Antonio Claudio Mariz de Oliveira, terá outros 20 minutos para defender as suas posições.

Em seguida, os líderes partidários terão direito a um minuto para fazer a orientação dos votos das suas respectivas bancadas.

Em seguida, começa o processo de votação propriamente dito, com cada deputado registrando o seu voto no painel eletrônico.

Ao ser anunciado o resultado, se o parecer de Zveiter for derrotado, como é esperado, o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-RJ), vai escolher o relator entre os que votaram contra.