Carlos Bolsonaro pede licença não remunerada da Câmara do Rio de Janeiro

O pedido foi feito no último dia 06 e publicado hoje na edição desta terça-feira (10) do Diário Oficial do município

São Paulo — O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) pediu licença não remunerada da Câmara Municipal do Rio de Janeiro para tratar de “assuntos particulares”.

O pedido foi feito no último dia 06 e publicado hoje na edição desta terça-feira (10) do Diário Oficial do município.

Na solicitação, não foi definido o período de licença, que não deve superar os 120 dias por sessão legislativa segundo o regimento interno.

Desde o último domingo (08), o vereador acompanha o pai, o presidente Jair Bolsonaro que fez uma cirurgia de hérnia, em São Paulo.

Ontem, ele postou no seu Twitter que por vias democráticas não haverá as mudanças desejadas no país “na velocidade que almejamos”, mensagem amplamente criticada como autoritária.