Carlos Bolsonaro deixa sessão antes de homenagem a Mourão na Câmara do Rio

O filho do presidente Jair Bolsonaro saiu da sessão que condecorou o vice-presidente minutos antes do início da homenagem

Rio de Janeiro — O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, recebeu nesta segunda-feira (17) duas homenagens da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, cidade para onde se mudou no final da década de 50 vindo do Rio Grande do Sul.

Além da tradicional medalha Pedro Ernesto, Mourão recebeu também o título de cidadão carioca e uma camisa do Flamengo.

Com o plenário cheio, a única ausência notada entre os vereadores era a do filho do presidente da República Carlos Bolsonaro, que saiu minutos antes do início da homenagem.

Em discurso de menos de dez minutos, Mourão recordou os bons momentos de quando morava na cidade e prometeu que, com o governo Bolsonaro, tudo vai melhorar, referindo-se ao momento difícil de violência e desemprego pelo qual passa o Rio de Janeiro.

“Vamos superar todas essas dificuldades, foi para isso que Bolsonaro foi eleito”, disse ao final do discurso.

Crise

Desde abril, o filho do presidente mantém uma relação áspera com o vice. Há três meses, Carlos ficou quase dois dias disparando uma série de ataques a Mourão, afirmando que ele adota posicionamentos que vão em desencontro com as ideias de Bolsonaro

Durante a visita de Bolsonaro na Argentina, há duas semanas, Carlos fez um tuíte pedindo a “volta do presidente de verdade”, citando ideias de Mourão consideradas contrárias pelo vereador.