Cardozo se dispõe a ajudar DF a conter violência

Houve um aumento de 38,7% de homicídios no mês de janeiro, em comparação com o mesmo mês de 2013

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (31) que o governo federal está à disposição para conter a violência crescente no Distrito Federal.

“Nós temos dialogado muito com o governo do Distrito Federal e se nos for feita uma solicitação de auxílio, dentro das nossas possibilidades, ela está, obviamente, deferida”.

Dados da Secretaria de Segurança Pública do DF informam que, do dia 1º de janeiro até a manhã desta quinta-feira (30), foram anotados 68 homicídios, 19 a mais do que em janeiro do ano passado.

Na média, são mais de duas mortes violentas por dia. Houve um aumento de 38,7% de homicídios no mês de janeiro, em comparação com o mesmo mês de 2013.

Além disso, policiais militares do DF iniciaram, em outubro de 2013, uma operação para pressionar o governo a dar reajuste salarial, reestruturação da carreira e pagamento de benefícios a PMs em atividade e reformados.

O movimento, chamado “Operação Tartaruga”, consiste em diminuir a resposta a situações de crime e violência. O governador do DF, Agnelo Queiroz, prometeu acabar com a “Operação Tartaruga”, que considera um movimento político.