Candidata laranja do PSL prestará esclarecimentos na PF

Marisa de Lourdes Paixão teve apenas 274 votos e foi a 3ª maior beneficiada com a verba do PSL em todo país, ultrapassando até mesmo o presidente Bolsonaro

A candidata a deputada federal do PSL, Marisa de Lourdes Paixão, 68, irá prestar esclarecimentos  na Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco sobre verba de R$ 400 mil recebida do próprio partido em sua conta bancária.

Segundo apurou a Folha de S.Paulo, o grupo do presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), criou uma candidata laranja em Pernambuco, que recebeu o valor proveniente do fundo partidário nas eleições de 2018. À época, Gustavo Bebianno era o presidente interino da legenda e coordenador de campanha de Jair Bolsonaro.

Marisa, que teve apenas 274 votos, foi a terceira maior beneficiada com a verba do PSL em todo país, ultrapassando até mesmo o presidente Bolsonaro e a deputada Joice Hasselmann (SP). O valor foi encaminhado quatro dias antes da eleição para a conta da candidata. A votação inexpressiva aponta para uma possível candidatura de fachada, com simulação de atos de campanha.

Segundo nota da Polícia Federal de Pernambuco ainda não existe nenhuma investigação em andamento sobre o caso nem mesmo inquérito policial. Estão sendo coletadas informações preliminares “a fim de subsidiar uma eventual solicitação à Justiça Eleitoral, para o início das investigações e delineamento de atribuição investigatória”. A candidata comparecerá nesta quinta-feira, 14, para prestar os esclarecimentos.