Campos defende desconcentração de investimentos no país

campos disse ainda que o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez mais desembolsos ao Estado de Pernambuco do que a gestão Dilma

São Paulo – O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), potencial candidato à Presidência da República no ano que vem, aproveitou evento ao lado da presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira para defender a necessidade de aumentar os investimentos e desconcentrar o desenvolvimento do país.

Em cerimônia de entrega do navio-petroleiro Zumbi dos Palmares, na cidade pernambucana de Ipojuca, Campos salientou que o governo do Estado contribui com a maior parte em parcerias acertadas com o governo federal e que, além disso, o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez mais desembolsos ao Estado do que a gestão Dilma.

O governador, que divergiu do governo federal na tramitação da medida provisória dos Portos, por ser contra a centralização do setor no governo federal, destacou o que chamou de “preocupações que hoje marcam a vida brasileira”.

“Aumentar os investimentos, poder aumentar a produtividade e, sobretudo, reduzir desigualdade, porque a decisão de trazer o estaleiro para aqui e a decisão de desconcentrar o desenvolvimento é fundamental para construirmos o Brasil que todos nós sonhamos”, disse.

Dilma, que discursou depois de Campos, apontou que os investimentos do governo na indústria naval se espalharam por diversos Estados brasileiros.

“A indústria naval não podia renascer concentrada. Ela se espalhou pelo Brasil afora”, disse a presidente, acrescentando que há polos dessa indústria, além de Pernambuco, na Bahia, no Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.