Câmara inicia votação de cassação de Donadon

Durante a sessão, parlamentares reclamaram do constrangimento de votar o parecer que pede a perda de mandato do colega

Brasília – Durante a sessão de cassação do deputado Natan Donadon (sem partido/RO) na Câmara dos Deputados, os parlamentares reclamaram do constrangimento de votar o parecer que pede a perda de mandato do colega. Alguns deputados criticaram a decisão da Mesa da Câmara de colocar a cassação em votação e não declarar a perda de mandato. Neste momento, o presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) iniciou o processo de votação.

“Esse constrangimento poderia ser evitado”, reclamou o deputado Roberto Freire (PPS-SP), prevendo “mais constrangimentos” com os processos dos deputados condenados no processo do mensalão. “Constrangimentos não podem impedir o Parlamento de cumprir seu dever”, rebateu Alves.

Agora, alguns líderes de partidos orientam seus deputados a votar pela cassação, embora a sessão não exija esse procedimento. O voto é secreto e são necessários 257 votos favoráveis para cassar o mandato de Donadon.