Caiado: país tenta reverter luta com corporações no debate pela reforma

O governador de GO disse acreditar que, apesar disso, a Câmara e o Senado "estão maduros" para avançar

São Paulo – O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, disse nesta quarta-feira, 27, em conferência realizada pelo BTG Pactual, que o Brasil está tentando reverter uma luta com as corporações no debate para a reforma da Previdência. Segundo ele, essas corporações, “não representam o sentimento da sociedade brasileira”.

Caiado disse ainda acreditar que a Câmara dos Deputados e o Senado Federal “estão maduros” para avançar tanto na reforma da Previdência quanto em um novo pacto federativo entre União e Estados. Essa mudança foi prometida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a campanha de Jair Bolsonaro à Presidência da República.

Ele destacou que o arranjo entre Estados, municípios e União tem muitas burocracias e citou a dificuldade que os governadores possuem de acessar o dinheiro do fundo para segurança pública.

“Nunca tivemos um ministro como Paulo Guedes que tem a coragem de assumir mudanças substantivas, tirando poder da União e passando aos Estados”, disse Caiado.