Bruno Covas deixa UTI, mas segue sem previsão de alta

Segundo o hospital, o prefeito de São Paulo não apresenta mais sangramento

São Paulo — O prefeito Bruno Covas teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na manhã desta sexta-feira (13). Na última quarta-feira, Covas havia sido internado por causa de um sangramento no fígado após um exame no Hospital Sírio Libanês.

O boletim divulgado pelo hospital às 11h39, afirma que o prefeito foi transferido para uma Unidade Semi-Intensiva e que não há previsão de alta hospitalar. Covas, segundo o hospital, não apresenta mais sangramento.

O prefeito está em tratamento para um câncer no aparelho digestivo, diagnosticado em outubro.

Na segunda-feira, a equipe médica do prefeito informou que o câncer estava em estágio de cicatrização, e que as outras lesões existentes no fígado e sistema linfático reduziram de tamanho.

O índice de marcadores tumorais no sangue do prefeito havia sido reduzido em 90% após três sessões de quimioterapia, com mais cinco sessões prescritas até fevereiro.