Brasileiros estão divididos ideologicamente, diz Datafolha

Enquanto metade defende mais benefícios do governo, outra metade prefere não contar com programas

São Paulo – A população brasileira está dividida em suas opiniões sobre qual o papel econômico do estado, aponta uma pesquisa do Datafolha divulgada hoje.

47% afirmam que “quanto mais benefícios do governo eu tiver, melhor estará minha vida”. A exata mesma proporção acredita que “quanto menos eu depender do governo, melhor estará minha vida.”

Em relação a impostos, 49% preferem pagar menos e contratar saúde e educação particulares, enquanto 43% preferem pagar mais e receber serviços gratuitos nas mesmas áreas.

No que se refere a intervenção estatal, 67% concordam que “o governo deve ser o maior responsável por investir para a economia crescer” e 58% apoiam que o governo atue com força “para evitar abusos das empresas”.

Valores

Em alguns temas de comportamento, o brasileiro tende a posições conservadoras: 87% acham que acreditar em Deus torna as pessoas melhores e 83% concordam que o uso de drogas deve ser proibido.

Em outros, exibe tendências mais progressistas: 67% apoiam que a homossexualidade deve ser aceita por toda a sociedade e 68% defendem a proibição da posse de armas.

A pesquisa entrevistou 4.557 pessoas em 194 municípios nos dias 28 e 29 de novembro.