Brasil tem dois presos para cada vaga em penitenciárias

A superlotação chegou a 197,4% – número que significa que há dois presos ocupando o espaço de um dentro das penitenciárias brasileiras

O número de pessoas presas no Brasil chegou ao recorde de 726.712. A superlotação chegou a 197,4% – número que significa que há dois presos ocupando o espaço de um dentro das penitenciárias brasileiras. A taxa de aprisionamento também atingiu níveis alarmantes, com 352,6 pessoas presas para cada 100.000 habitantes do país. Os dados são do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão do Ministério da Justiça, e foram divulgados na sexta-feira. Abaixo, veja a evolução desses números entre 2012 e 2016.