Brasil tem boom de divórcios em 2011

Nunca houve tantos divórcios na história do Brasil quanto em 2011. O número cresceu 45% em relação a 2010. Tudo por causa da legislação que facilitou o fim das uniões

São Paulo – O número de divórcios no Brasil bateu recorde em 2011: foram 351,1 mil processos judiciais concedidos a casais, um aumento de 45,6% sobre 2010. Os números são do relatório Estatísticas do Registro Civil 2011, divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No mesmo período, os casamentos aumentaram significaivamente menos, 5%, chegando a 1,026 milhão no ano passado.

O boom de divórcios ocorre em seguida à aprovação da Emenda Constitucional 66, em julho de 2010, que facilitou as regras para divorciar-se no país.

Entre as exigências que foram retiradas estão a prévia separação judicial por mais de um ano – toda e etapa de desquite deixou de ser obrigatória – ou a comprovada separação de fato por mais de dois anos.

Com isso, a taxa histórica de divórcios do Brasil chegou a 2,6 para cada mil habitantes – contra 1,8 em 2010, quando já havia sido apresentada alta significativa sobre o ano anterior (1,4 por mil habitantes, em 2009).

As uniões no Brasil duram, em média, 15 anos, segundo o IBGE, mas quase 40% dos divórcios ocorrem até 9 anos após o casamento.

Unidade da federação Idade média do divórcio após casamento
Rondônia 14
Acre 12
Amazonas 14
Roraima 15
Pará 17
Amapá 14
Tocantins 16
Maranhão 18
Piauí 18
Ceará 16
Rio Grande do Norte 16
Paraíba 15
Pernambuco 16
Alagoas 15
Sergipe 15
Bahia 16
Minas Gerais 15
Espírito Santo 14
Rio de Janeiro 15
São Paulo 14
Paraná 15
Santa Catarina 16
Rio Grande do Sul 17
Mato Grosso do Sul 13
Mato Grosso 16
Goiás 14
Distrito Federal 13
BRASIL 15